Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Padre Caetano celebra 45 anos de sacerdócio

O sacerdote é administrador da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Santo Amaro, área central do Recife. Familiares, amigos, paroquianos e autoridades eclesiais e públicas estiveram presentes.

Quinta-feira, 07 de novembro de 2019, às 21h | Por Paulo Brito

Dom Fernando Saburido e padre Francisco Caetano

Na noite desta quinta-feira (7), a igreja de Nossa Senhora da Piedade, no bairro de Santo Amaro, no centro da capital pernambucana, ficou lotada de fiés, amigos e familiares do padre Francisco Caetano, para comemorar os seus 45 anos de vida sacerdotal. Uma Missa de Ação de Graças foi celebrada pela vocação do padre que completou setenta anos de vida este ano. Padres do clero arquidiocesano, seminaristas e autoridades públicas estiveram presentes. O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, foi representado pelo vigário geral da arquidiocese, monsenhor Luciano Brito, que concelebrou a santa missa, transmitida pela Rádio Olinda.

Para o padre Josenildo, coordenador de pastorais da Arquidiocese de Olinda e Recife, padre Caetano “é uma grande referência para todos nós pela sua simplicidade e simpatia para com todos, mostrando a verdadeira essência de um bom pastor”. Já para o monsenhor Luciano, o sacerdote “com sua inteligência e humildade, é um grande professor para todos os padres e seminaristas da nossa arquidiocese, mostrando o amor pela igreja e acima de tudo por Jesus Cristo”.

Em entrevista concedida ao apresentador Paulo Brito, durante a transmissão da Rádio Olinda, Caetano falou qual foi a maior lição aprendida ao longo de tantos anos de vocação sacerdotal. “O que mais aprendi ao longo desses 45 anos de sacerdócio foi amar. Amar com simplicidade, comprometido com a vocação com a oração e comunhão fraterna com meus irmãos, e é isso que eu desejo para todos os meus irmãos sacerdotes que me deram a alegria da sua presença nesta noite. Agradeço também a Rádio Olinda por essa parceria e por me tratar tão bem”, comemorou padre Caetano.

Natural de Cratéus, interior do Ceará, filho do operário Antônio Pereira e da dona de casa Rita Pereira, Caetano entrou para o seminário de Olinda no final dos anos 60, trazido pelo então arcebispo dom Antônio Batista Fragoso. Em 1974, no Mosteiro de São Bento, em Olinda, foi ordenado sacerdote. Sua primeira paróquia foi São Judas Tadeu, em Cajueiro, zona norte do Recife. Logo depois, assumiu a paróquia Nossa Senhora do Ó, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Também foi vigário paroquial de Boa Viagem e por fim, assumiu a paróquia de Nossa Senhora da Piedade, onde atua até hoje.

Foto destaque: Paulo Brito

Foto 2: Reprodução/Blog Fernando Machado

Deixe seu comentário: